Eu também sou uma fruta Gogóia?

Sábado, voltando pra casa, vi umas pessoas paradas, esperando. Parei, esperei junto e entrei. E deu nisso. Um espetáculo incrível de Thelma Bonavita. Elementos da Tropicália, do movimento antropofágico, do pop e da moda em três tendências: Tendência ao fantástico ou “o desejo de flutuar”; Tendência transitiva ou “o artista-dj”; Tendência ao transbordamento ou “passaportes falsos.” Projeto Entre do Sergio Porto. 

Amei ajudar alguém a flutuar e no final, já de peruca loira na cabeça, fui purpurinada.

Fotos da ótima Paula Kossatz.

 

Rio + 20 e o Ferreiro e a Morte em Ipanema.

Visitem o Forte de Copacabana. HUMANIDADES 2012. O espaço projetado pela Bia Lessa está incrível e hoje assisti debates sobre Moradia Cidadã e Cidades Sustentáveis. Acabei não ficando até o final…algo me dizia que era para eu fazer exatamente o que eu fiz. Peguei uma bike no Arpoador e pela orla de Ipanema fui voltando pra casa. Tocava It’s a long way do Caetano. Eu ia pensando que a vida é boa, que eu amo onde estou e provavelmente vou amar pra sempre. Eis que no meio dos meus devaneios coloridos alguém grita meu nome. Quando vi todos eles, meus antigos colegas e amigos queridos do tempo de teatro juntos, ali na areia, pensei que tenho mais irmãos do que as vezes lembro. Carlinhos, obrigada pela visão além do alcance e por gritar me fazendo parar no meio da calçada. Eliézer, eu já não lembrava que entrei em cena contigo recém caído do palco, que bom que a gargalhada veio bem rápida, junto com a memória e o abraço apertado.

 

 

 

Passagens secretas

O Rio tem disso. Umas passagens. Elas te levam pra longe. É só imaginar. Ontem foi a vez da Biblioteca Nacional me deixar boquiaberta. O tour guiado é rapidinho e dá pra fazer no horário do almoço, como eu fiz. Várias histórias, vários séculos e muita Art Deco. O mais legal foi ir ao banheiro e encontrar com as vigilantes voltando do almoço. 12 horas de trabalho digno e muito glamour. Todas, na frente do espelho passando batom.

 

Fotos, fotos, fotos.

A exposição Coleção Itaú de Fotografia Brasileira esta linda. Fui conferir a abertura da mostra ontem no Paço Imperial que, alias, é um magnífico casarão que fica no centro do Rio. Com curadoria de Eder Chiodetto, o recorte contemporâneo de obras que o Itaú vem colecionando ao longo de 60 anos vale a pena ser conferido. Clique aqui e veja como chegar!