Brasil Rural Contemporâneo 2012

Visitem a VIII Feira Nacional da Agricultura Familiar e Reforma – Brasil Rural Contemporâneo 2012. Diversidade, tradição e a riqueza da nossa cultura (culturas, no plural) em um único local. Maior evento de agricultura familiar do Brasil, de 21 a 25 de novembro, na Marina da Glória – Rio de Janeiro. Além da feira, debates e diálogos, a programação cultural está ótima. Hoje Elsa Soares + Gabi Amarantos e no sábado tem Orquestra Imperial.

Valentine’s day

O imperador Claudio II proibiu os casamentos em Roma por volta de 197 AD. Soldados solteiros seriam mais devotos à guerra. O amor não valeria nada . Mas Valentim, padre da igreja católica nesta época, pensava diferente e celebrava casamentos secretamente. A prática foi descoberta e Valentim foi preso e condenado à morte. Reza a lenda que, enquanto aguardava na prisão, ele se apaixonou pela filha cega de um carcereiro e, milagrosamente, devolveu-lhe a visão. Antes de partir, Valentim escreveu uma mensagem de adeus para ela, na qual assinava como “Seu Namorado” ou “De seu Valentim”.

Hoje pegamos as chaves do nosso primeiro apartamento em Amsterdam. A noticia me deixou radiante e para comemorar esse mais que feliz dia dos namorados fiz brigadeiros e vi, junto com os meus colegas de inglês, Romeo and Juliet de 1968. Os suspiros rolaram soltos. China, Japão, Etiópia, Mongolia, Irã, Iraque, chile, Peru… não importa a nacionalidade…  é incrível, mas é isso mesmo, o amor é universal.

Ah, o povo amou os “negrinhos” (no sul do Brasil o brigadeiro tem apelido).

Whole Foods.

Produtos orgânicos e frescos. Vinhos e ótimos queijos. Eu e o Whole Foods: paixão a primeira vista. Esta rede de supermercados “verde” é incrível. Se você estiver nos Estados Unidos, Canadá ou Inglaterra, uma visitinha será uma boa opção. Amo as bandejas de sushi. E o melhor, se tu quiser pode pagar e comer ali mesmo.

Organic products and fresh. Wines and cheeses. The Whole Foods and I: Love at the first sight. This rede of markets “green” is amazing. If you have been to travel to United States, Canada or England, one visit is a good option. I love the sushi. And the best, you can pay and eat there.

http://www.wholefoodsmarket.com/

Soupbox Chicago.

Quando chego em uma cidade que nunca visitei, sempre dou uma olhadela em sites do tipo: “365 coisas para se fazer em…” ou “Top 10 de…”. As dicas nem sempre são quentes, mas ajudam a ter uma noção do que fazer em uma cidade que tu pouco conhece. Fiquei feliz em descobrir que pelo menos uma das dicas é realmente quente. Ontem, no caminho do Truman College para a Yoga, avistei uma das lojinhas da Soupbox e decidi voltar lá, mais tarde, para jantar. Tinha lido que era uma das melhores sopas de Chicago. O lugar é bem aconchegante e tive uma conversa engraçada com o atendente que praticamente abriu todas as 12 panelas para mostrar do que eram feitas as sopas.  Acabei escolhendo a “Classic chicken Noodle”, meio que uma canja feita com talharim, muito boa. O lugar é pequeno e, pelo que percebi, muita gente passa por lá, pega sua sopa e leva pra casa. Também, com temperatura de menos oito graus, uma sopinha no final do dia cai bem.

When I arrived in a town that I have never visited, I always search for sites like: “365 things for do in…” or “TOP 10 of…”. The tips not always are hot, but help you for have an idea about the city. I was happy in discover that at least one It was really hot. Yesterday, in the way to Truman college for Yoga, I Spotted one Soupbox shop and decided came back there later. I had read that the Soupbox is one the best soup in Chicago. The place was cozy and I has a funny conversation with the attendant that, almost, showed me all cookware of soup. I chose “Classic Chicken Noodle”. Very good. The place is small and I realized that the most clients goes there, buy your soup, and after takes to home. Also, with low temperatures, one soup looks good.

http://www.thesoupbox.com/

12 kinds of soup. Soupbox in Chicago.

La Place

Amigos espanhóis me levaram ao La Place estes dias, fica bem no burburinho do centro e estranhamente ainda não conhecia. Gostei. Colorido, diversificado, e, hum, digamos, preço justo. Salada+sanduba+suco+café por 12 euros. O bom são as várias opções de refeição em um mesmo lugar. Mesas grandes para serem compartilhadas por diversas pessoas e pequenas se você quer, como eu, sentar perto da janela, tomar um chocolate quente e ler um livro. Ps: tem um na biblioteca central e um no aeroporto!!!!

Spanish friends took me to La Place these days, is right in the hubbub of central and strangely did not know yet. I liked it. Colorful, diverse and fair price. Salad + sandwich + juice + coffee for 12 euros. What good are several dining options in one place. Large tables to be shared by different individuals and small if you want, as I sit by the window, take a hot chocolate and read a book. Ps: There is one La Place in Central library and one in Airport.

http://www.laplace.nl/

Art-deco.

Numa esquina, meio escondido, junto de um dos maiores mercados a céu aberto de Amsterdam (Albert Cuyp Market) fica o De Vredespijp. Lindo, lindo, lindo. A loja conceito/café é mágica. Ali você pode tomar um cappuccino e comer um pedaço de bolo ao lado de objetos de desejo de qualquer design. Funcionando desde 1971 o lugar tem três tipos de decoração: Art Nouveau, Art Deco e Amsterdam School. Já a coleção de luminárias inclui lustres e candelabros. O mais engraçado é que a tradução literal do nome do lugar é Cachimbo da Paz. Bom, pra mim, está mais para piteira da Audrey Hepburn em Breakfast at Tiffany’s do que qualquer outra coisa.

In a corner, half hidden along one of the largest outdoor market in Amsterdam (Albert Cuyp Market) is the De Vredespijp. Beautiful, beautiful, beautiful. The concept store / cafe is magical. There you can have a cappuccino and eat a piece of cake next to objects of desire for any designer. Operating since 1971 the place has three types of decoration: Art Nouveau, Art Deco and Amsterdam School. The collection of fixtures includes chandeliers and candelabra. The funny thing is that the literal translation of the name of the place is the Peace Pipe Well, for me, seems more with the cigarette holder that Audrey Hepburn used in Breakfast at Tiffany’s than anything else.

http://www.vredespijp-artdeco.com/

Pompadour mon amour!

Pompadour

Sabe “A Fantástica fabrica de chocolates”? Então, a minha fica na Huidenstraat, 12 e se chama Pompadour. Não sou chocolatra, mas que dá gosto de ver a vitrine e pensar em comprar os docinhos, chocolates, tortas e afins, isso dá. Os preços são os mesmos de uma boa patisserie em Amsterdam (capuccino – 2,75; croissant – 1,70). Fomos bem atendidos e o Renato comeu um merengue gigante. Outra ótima opção para as formigas de plantão é comer os bolinhos fritos e wafles tradicionais daqui. Preste atenção em umas casinhas tipo tendinhas espalhadas pela cidade, pois é lá que você vai encontrar os verdadeiros bolinhos holandeses. Não caia na besteira (como eu já fiz um dia) de comprar o primeiro docinho rosa chamativo que aparecer na sua frente. Eles estão por ai, principalmente nas ruas mais movimentadas, esperando para serem desencalhados. Que filme que os docinhos tomavam vida e se jogavam na boca de um gordinho??? Jesus…rsrs, me veio essa imagem na cabeça agora e não consigo saber de onde é… Ah!!! Era o “Enigma da pirâmide”. Um filme sobre o sherlock Holmes novinho. Alguém lembra disso? Deus do Céu. Sessão da tarde pra comer com os bolinhos. Beijocas.

Bolinhos e Vinicius de Moraes

Quer comer um cookie de chocolate incrível e tomar um capuccino cremoso delicioso? O lugar é o Melly’s Cookie Bar (http://www.mellyscookiebar.nl/).


A simpática loja de bolinhos, biscoitinhos e café fica na Nieuwezijds Voorburgwal, 137 – bem pertinho do Royal Palace, atrás da New Church, bem no centro de Amsterdam. Não tem erro. A filosofia do lugar é ‘ simple way of life, simple way of home baking, simple way of cookies & coffee’! Entre, peça seu café e sente no balcão de frente para a janela. Observar é engraçado. O aroma dos bolinhos e afins que saem do forno da familia Mellicovsky atravessam a calçada e param a maioria dos passantes. É impossível andar por ali e não procurar de onde vem aquele cheirinho delicioso. Fiquei apostando comigo mesma quem, depois de sentir o aroma, ia entrar ou não. Encontrei o Melly´s estes dias, por acaso, quando estava perdida procurando outro lugar (agora agradeço por me perder as vezes). A atendente tem bom humor e quando entrei, assim que sentei no balcão, fui recepcionada por nada mais nada menos que Vinicius de Moraes… “vai minha tristeza e diz a ela que sem ela não pode ser…” Falei pra mocinha que era uma música brasileira e ela disse que a seleção musical era do seu colega que adorava Bossa Nova. Então tá né!