Late Bloomer

Até pensar neste post não tinha ideia do que significava late bloomer, na minha cabeça, tinha haver com velhos amantes, antigos ditados, sei lá… um atrasado de coisas da vida. Pois o significado é outro, totalmente diferente dos meus segundos desperdiçados no assunto. Thomas Edison foi um late bloomer, Albert Einstein também. Pessoas que não acompanham o ritmo “normal” da sociedade, na infância aprendem a ler tardiamente ou mostram suas habilidades muito mais tarde que o habitual na fase adulta. Ontem vi o ótimo filme de nome Late Bloomers (Trois Fois 20 Ans, no francês) com roteiro de  Olivier Dazat e Julie Gavras. Foi muito bom reencontrar a bela Isabela Rossellini em um cinema de rua, um dos poucos que sobraram no país (Cine Santa Teresa). Lembrei de Blue Velvet (1986) de David Lynch e de Isabela cantando Blue Star em um vestido preto que deixava as costas dela a mostra. Fiquei pensando que saber envelhecer é uma arte para poucos. Pouquíssimos.

18. December 2011 by renata
Categories: Cinema | Tags: , , | 1 comment

One Comment

Leave a Reply

Required fields are marked *