Van Gogh.

O melhor entre o centro e a minha casa é que no meio do caminho tem o Vondelpark e o bairro dos museus. Acabo sempre cruzando o parque e visitando alguma exposição. Desta vez decidi entrar no Van Gogh Museum. Já tinha feito uma visita rápida anteriormente, mas é sempre bom dar uma passada por lá. O museu fica na Stadhouderskade, 55 e abre diariamente das 10h às 18h. Nas sextas-feiras ele fica aberto até as 22h (não sei se isso vale para o inverno, confira a programação no site no final do post). São mais de 200 pinturas do artista, além de telas de outros pintores como Vittorio Matteo corcos, Gauguin, Toulouse Lautrec. Aliás, adorei uma das obras de Vittorio Corcos. Contemplation mostra uma moça com um livro aberto entre as mãos e uma senhora lendo outro livro atrás dela. O olhar, sempre o olhar. Não só da moça, de todas as pinturas. Vincent Willem Van Gogh teve uma vida relativamente curta, morreu aos 37 anos. Inconstante em relação a trabalho, estudos e amores, buscou na arte sua forma de expressão mais verdadeira. Nos últimos dez anos de sua vida dedicou-se integralmente a pintura, sua primeira grande obra foi The Potato Eaters de 1885. Van Gogh é considerado um dos pioneiros na ligação das tendências impressionistas com as aspirações modernistas. Sua fama viria somente depois de sua morte. Sunflowers (Os Girassóis), umas das suas obras mais conhecidas, foi pintada no sul da França na cidade de Arles, onde foi morar depois de passar um tempo em Paris com seu irmão Theo (seu grande amigo e patrocinador). Lá teve por algum tempo a presença de outro grande artista, Gauguin. Os dois pintores tinham temperamentos opostos e, passado algum tempo, perceberam que não conseguiriam conviver juntos. Nesta época Van Gogh corta sua própria orelha, apresentando sintomas de paranóia. A cidade pede para que ele seja internado vendo nele uma ameaça à sociedade (Geni? Joga pedra…). Dois anos mais tarde, já em Paris, depois de atirar contra si mesmo, suas últimas palavras ao irmão foram: “A tristeza durará para sempre”. Obras como Self-Portrait as an Artist (1888),  Sunflowers (1889) Wheatfield with crows (1890) podem ser vistas no museu inaugurado em 1973.

http://www.vangoghmuseum.nl/vgm/index.jsp?lang=nl

30. October 2010 by renata
Categories: Arte | Tags: , , | Leave a comment

Leave a Reply

Required fields are marked *